Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de N.York fecham em alta após discurso de Obama

Nova York, 7 nov (EFE).- As bolsas de Nova York fecharam em alta hoje, influenciadas pelas declarações do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, de que é a favor de um novo plano de estímulo à economia.

EFE |

Segundo números atualizados, o Dow Jones Industrial, principal índice de Wall Street, subiu 248,02 pontos (2,85%), para 8.943,81.

Já o indicador da Nasdaq avançou 38,7 pontos (2,41%), para 1.647,4.

Por sua vez, o seletivo S&P 500, que mede o rendimento de 500 grandes empresas, subiu 26,11 pontos (2,89%), para 930,99, enquanto o índice geral da bolsa tradicional, a New York Stock Exchange (Nyse), avançou 204,58 pontos (3,61%), para 5.871,98.

Nesta sexta-feira, Wall Street praticamente parou para a primeira entrevista coletiva de Obama, que na terça-feira venceu as eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Ladeado por sua equipe de assessores econômicos, o presidente eleito prometeu que assim que tomar posse, em janeiro, tomará "os passos necessários" contra a crise, à qual se referiu como a "maior de nossas vidas".

"Minha prioridade será fazer a economia crescer e criar mais empregos", disse Obama, que reiterou sua promessa eleitoral de reduzir os impostos de 95% dos americanos.

Apesar de o mercado ter ficado um pouco decepcionado com o fato de o democrata não ter anunciado a equipe econômia do futuro Governo, suas declarações animaram o pregão, que não se abalou nem mescom o anúncio de que o desempegro nos EUA atingiu seui maior patamar em 14 anos.

No mercado secundário da dívida, o valor dos bônus do Tesouro com resgate em dez anos caiu, e sua rentabilidade, que se movimenta em sentido inverso, subiu de 3,7% para 3,78%. EFE bj/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG