Os principais índices do mercado de ações dos EUA saíram do território negativo e passaram a subir levemente, impulsionados por notícias sobre uma potencial fusão entre a US Airways e a UAL - controladora da United Airlines - e por dados que mostraram aumento nas vendas de grandes redes varejistas em março.<p><p>Às 13h36 (de Brasília), o Dow Jones subia 0,09%, para 10.

Os principais índices do mercado de ações dos EUA saíram do território negativo e passaram a subir levemente, impulsionados por notícias sobre uma potencial fusão entre a US Airways e a UAL - controladora da United Airlines - e por dados que mostraram aumento nas vendas de grandes redes varejistas em março.<p><p>Às 13h36 (de Brasília), o Dow Jones subia 0,09%, para 10.907 pontos, o Nasdaq avançava 0,08%, para 2.433 pontos, enquanto o S&P 500 tinha alta de 0,09%, para 1.183 pontos. Entre as empresas do segmento varejista, a Target subia 2,83% após divulgar que as vendas de lojas da rede abertas há um ano ou mais cresceram 10,3% no mês passado. Outras companhias do setor, como J.C. Penney e Kohl's, divulgaram aumento de 5,4% e de 23%, respectivamente, nas vendas do mesmo período.<p><p>Anteriormente, os índices de ações operavam em baixa, pressionados por um aumento inesperado nos pedidos de auxílio-desemprego dos EUA e por receios com a dívida grega. Segundo o Departamento de Trabalho dos EUA, o número de trabalhadores norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego subiu 18 mil na semana até 3 de abril, ante expectativa de queda de 1 mil pedidos.<p><p>Operadores disseram ainda que as ações estão sendo afetadas por negociações técnicas relacionadas à proximidade do índice Dow Jones da barreira dos 11 mil pontos e pela expectativa dos investidores com a temporada de balanços do primeiro trimestre, que começa na próxima semana. As informações são da Dow Jones.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.