A rejeição na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos do pacote de ajuda financeira de US$ 700 bilhões, reformulado no fim de semana pelos democratas e republicanos, provocou perdas de mais de 600 pontos do índice Dow Jones e levou os índices Nasdaq e S&P 500 para perdas superiores a 6%.

Em fuga, investidores migraram para os papéis do Tesouro dos EUA e para o ouro, que dispararam. O juro do título de dois anos caiu 24%. O dólar despencou contra o iene, assim como euro ante à moeda japonesa. Já contra o dólar, o euro reduziu suas perdas.

Às 14h52 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 4,07% (436 pontos), o Nasdaq perdia 5,90% e o S&P 500 recuava 5,34%. O juro do título T-note de dois anos caía 14,99%, a 1,79230% ao ano. O juro do note de 10 anos recuava 5,57% para 3,64275%. O dólar perdia 1,25% para 104,66 ienes e o euro cedia 2,78% para 151,23 ienes. O euro perdia 1,11% para US$ 1,4448.

O ouro para dezembro operava em alta de 1,05%, a US$ 897,8 a onça-troy (equivalente a 31 gramas) na divisão de metais da Bolsa Mercantil de Nova York (Comex, na sigla em inglês).

Na Europa, o principal índice fechou no menor valor em três anos. O índice FTSEurofirst 300 desabou 4,95%, para 1.050 pontos --menor patamar de fechamento desde janeiro de 2005.

Tóquio perdeu 1,26%, com o índice Nikkei 225 em baixa de 149,55 pontos, a 11.743,61 unidades. Sydney retrocedeu 2% e Seul 1,35%. Já em Hong Kong, a queda foi de 4,3%, depois do aumento das taxas de empréstimos imobiliários anunciada pelo gigante bancário HSBC.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.