Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY sobem com desvalorização do petróleo

Os principais índices de ações do mercado norte-americano seguem em alta, sustentados pelo continuado declínio dos preços do petróleo, apesar das renovadas preocupações com relação à crise de crédito de Wall Street, segundo operadores e analistas. Curiosamente, os ganhos das ações de empresas de energia e matérias-primas estão proporcionando um suporte adicional ao mercado, com os investidores comprando esses ativos diante do renovado interesse gerado pela oferta hostil de US$ 10 bilhões da mineradora Xstrata pela Lonmin - a terceira maior produtora de platina do mundo.

Agência Estado |

Nesta tarde, as ações da Chevron - uma das componentes do índice Dow Jones - avançavam 1,04%. Também contribuíam para a firmeza do Dow Jones: Caterpillar, em alta de 3,95%, e Boeing, que ganhava 1,57%.

Por outro lado, sobre o setor financeiro pesa o anúncio de corte no pagamento de dividendos da agência hipotecária Freddie Mac e as expectativas com relação ao balanço trimestral da gigante do setor de seguros AIG. As ações do Freddie Mac caíam 18,91%, enquanto as da AIG recuavam 3,11%.

Na Bolsa Mercantil de Nova York, o petróleo continuou em baixa após a divulgação dos dados semanais sobre os estoques comerciais norte-americanos, que mostraram um aumento acima do esperado nos estoques de petróleo bruto. O petróleo fechou a US$ 118,58 por barril, queda de 0,50%.

Às 16h20 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,49%, o Nasdaq avançava 1,36% e o S&P-500 registrava um ganho de 0,43%. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: wall street

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG