Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY passam a subir após ação coordenada de BCs

O mercado de ações norte-americano zerou as perdas durante o pregão e rapidamente ganhou impulso de alta, com o índice Dow Jones subindo mais de 100 pontos e o Nasdaq avançando quase 40 pontos, ou mais de 2%. Depois de oscilarem com muita volatilidade após o anúncio de cortes coordenados nas taxas de juro dos principais bancos centrais ao redor do mundo, em mais um esforço para conter o pânico que congela os mercados de crédito, os índices finalmente viraram para cima, impulsionados pelos ganhos das ações de empresas financeiras e de matérias-primas.

Agência Estado |

"Parece ser um cabo-de-guerra entre os touros (bulls, aqueles apostam na alta dos preços) e os ursos (bears, aqueles que apostam na queda dos preços)", disse Robert Olman, presidente da Alpha Search Advisory Partners. "O que estamos realmente vendo é uma completa falta de convicção de todos sobre para onde o mercado está indo", acrescentou. No EUA, o Federal Reserve (Fed, banco central americano) cortou sua taxa de juro básica de empréstimo em 0,50 ponto porcentual, para 1,50% ao ano.

O Banco Central Europeu (BCE) cortou sua principal taxa de refinanciamento de 4,25% para 3,75% ao ano, enquanto o Banco da Inglaterra (BoE) reduziu sua taxa de juro básica de 5% para 4,50% ao ano. O Banco Central da China também reduziu sua taxa de juro básica de empréstimo e a taxa de juro sobre os depósitos, enquanto o Banco do Japão (BoJ) manteve sua taxa de juro inalterada, mas emitiu um endosso aos cortes coordenados. Os bancos centrais do Canadá, Suíça e da Suécia também anunciaram cortes em suas taxas de juro hoje.

Entre as blue chips que compõem o índice Dow Jones, JPMorgan (+8,34%), Caterpillar (+5,60%) e Hewlett-Packard (+5,77%) lideram os ganhos. Na outra ponta, Alcoa (-8,38%) e IBM (-2,47%) lideram as perdas.

Às 15h28 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 1,47%, o Nasdaq avançava 2,66% e o S&P-500 registrava uma alta de 2,10%. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG