Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY ganham com balanço do Bank of America

As Bolsas norte-americanas abriram a segunda-feira em alta devido ao resultado melhor que o esperado do Bank of America. Outra notícia corporativa, o anúncio de que a empresa farmacêutica suíça Roche comprará por US$ 43,7 bilhões os 44% que ainda não tem na farmacêutica americana Genentech, também deve dar impulso às ações.

Agência Estado |

Já a melhora do índice nacional de atividade do Fed de Chicago, que subiu para -0,60 em junho de -1,06 em maio, aparentemente não influenciou os mercados, pelo menos não nos negócios no pré-mercado.

Logo após a abertura do pregão regular, às 10h34, o índice Dow Jones avançava 0,78% a 11.535 pontos. O Nasdaq subia 0,32% a 2,290 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,28% a 1.264 pontos.

O Bank of America informou que seu lucro trimestral caiu 41%, para US$ 3,41 bilhões (US$ 0,72 por ação) ante os US$ 5,76 bilhões (US$ 1,28 por ação) obtidos no mesmo período do ano passado. Contudo, o lucro por ação superou os US$ 0,53 esperados por analistas consultados pela Thomson Reuters. O Bank of America se une a uma lista de outras instituições financeiras cujos resultados caíram, mas não para níveis tão ruins quanto o esperado por analistas.

American Express, que deve divulgar balanço de segundo trimestre ainda hoje, caía 0,17%. Texas Instruments subia 2,60% e Apple operava com ganho de 0,70% - ambas também devem anunciar resultados nesta segunda-feira.

As ações da farmacêutica Genentech avançaram 15,96% por causa do anúncio feito pela Roche. Ainda no setor farmacêutico, Merck caía 0,90% e Schering-Plough cedia 2,15%. As duas companhias também divulgam balanços hoje.

Yahoo! recuava 3,56%. O site de buscas anunciou acordo com o bilionário Carl Icahn para pôr fim a uma batalha entre as partes. Icahn ganhará assento no conselho de administração do Yahoo!. O acordo, com tudo, pode por fim às chances de vendas do site para a Microsoft, algo que foi fortemente defendido por Icahn até o presente. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: wall street

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG