Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY despencam com balanços indicando futuro pouco promissor

SÃO PAULO - Os principais indicadores acionários das bolsas de Nova York despencaram hoje, com a temporada de balanços do terceiro trimestre fazendo os agentes ter cada vez mais certeza de que a economia global caminha para um período de recessão prolongado. O índice Dow Jones tombou 5,69%, para 8.519,21 pontos.

Valor Online |

O Standard & Poor`s 500 caiu 6,10%, para 896,78 pontos, e o Nasdaq Composite fechou em baixa de 4,77%, aos 1.615,75 pontos.

A análise dos agentes é de que os resultados trimestrais estão ruins e, mesmo quando os números das companhias são positivos, suas previsões acabam sendo pessimistas. As ações da Boeing, por exemplo, caíram 7,52% (US$ 42,91), após a empresa anunciar queda de 38% no lucro do trimestre, para US$ 695 milhões.

Os papéis da farmacêutica Merck & Co. tiveram baixa de 6,54% (US$ 28,01), depois de a companhia ter registrado recuo de 28,76% no seu lucro líquido do terceiro trimestre, para US$ 1,09 bilhão, e também um plano de demissão de 7,2 mil funcionários até o fim de 2011 para reduzir custos.

Acompanhando a baixa do petróleo para US$ 66 por barril, os papéis da ConocoPhilips recuaram 9,08% (US$ 49,06) os da ExxonMobil perderam 9,69% (US$ 64,57).

A Apple foi a grande exceção do dia, que comprovou a regra. As ações da fabricante do iPhone subiram 4,47%, para US$ 95,58, após a empresa ter divulgado, na noite de ontem, um salto de 25,7% no seu lucro trimestral, para US$ 1,136 bilhão. A Apple vendeu 2,611 milhões de Macs no trimestre, com alta de 21% sobre o volume do mesmo período do ano passado. No segmento de iPods, a alta nas vendas físicas foi de 8%, para 11,052 milhões. Por se tratar de um segmento novo, o crescimento da venda dos iPhones atingiu a marca impressionante de 516%, somando 6,892 milhões de unidades.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG