Os principais índices do mercado de ações dos Estados Unidos fecharam em baixa, em sua maioria, após dados do Conference Board revelarem um declínio na confiança dos consumidores norte-americanos em outubro. O índice Dow Jones foi a exceção e subiu 0,14%, para 9.

882,17 pontos, interrompendo uma sequência de duas sessões de perdas. O índice S&P 500 recuou 0,33%, para 1063,41 pontos, enquanto o Nasdaq caiu 1,2%, para 2.116,09 pontos.

As ações da American Express fecharam em alta de 3,07%, liderando os ganhos entre os componentes do Dow Jones. A IBM subiu 0,45%, após anunciar planos para recomprar US$ 5 bilhões em ações. A Exxon Mobil e a Chevron também contribuíram para os ganhos do Dow Jones, subindo 2,29% e 1,51%, respectivamente.

O índice de confiança dos consumidores medido pelo Conference Board caiu de uma leitura revisada de 53,4 em setembro para 47,7 em outubro. Além disso, o índice de atividade industrial do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) de Richmond caiu de 14 em setembro para 7 em outubro.

Segundo analistas, os investidores estão desenvolvendo um certo ceticismo quanto ao avanço de aproximadamente 50% nos índices acionários ao longo dos últimos sete meses. Levando em consideração a magnitude da alta, "não surpreende que haja algum recuo", afirmou Larry Smith, executivo-chefe de investimentos da Third Wave Global Investors.

Na Nyse, o volume somou 1,396 bilhão de ações negociadas, de 1,388 bilhão de ações ontem. No Nasdaq, o volume alcançou 2,355 bilhões de ações, de 2,269 bilhões de ações ontem; 898 ações subiram e 1.832 caíram. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.