Tamanho do texto

As Bolsas de Nova York registram queda após a abertura, com os investidores à espera do comunicado da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), que trará sinais sobre o ritmo de retomada da economia no país

As Bolsas de Nova York registram queda após a abertura, com os investidores à espera do comunicado da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), que trará sinais sobre o ritmo de retomada da economia no país. Às 11h32 (horário de Brasília), o índice Dow Jones recuava 0,39%, o Nasdaq caía 0,93% e o S&P 500 registrava baixa de 0,67%.

Às 15h15 (horário de Brasília), o Fomc vai anunciar sua decisão sobre os juros, que devem ser mantidos na faixa de zero a 0,25% ao ano. Diante de dados divergentes sobre a economia norte-americana, alguns menos animadores, o Fed pode sinalizar que o ritmo de retomada da economia desacelerou, o que pode manter os juros em níveis excepcionalmente baixos "por um período prolongado".

O presidente do Fed, Ben Bernanke, disse este mês que a economia dos EUA deve continuar a se recuperar em ritmo moderado e que a recessão dupla, apesar de improvável, "nunca pode ser descartada". Ele afirmou ainda que acredita que a economia se moveu para a demanda doméstica, após um período de ajuda do governo, mas alertou que levará "um bom tempo" para restaurar os 8,5 milhões de empregos perdidos, especialmente entre 2008 e 2009.

Entre as empresas, os papéis da rede de drogarias Rite Aid podem ser favorecidos, após a companhia divulgar perdas de US$ 73,7 milhões (9 centavos por ação) no primeiro trimestre. Já a Basf concordou em comprar a empresa de produtos químicos Cognis por 3,1 bilhões de euros (US$ 3,8 bilhões). A Cognis pertence ao banco Goldman Sachs, à Permira Advisers e à SV Life Sciences. A venda está entre os maiores acordos da indústria química este ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.