Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY acentuam queda após acusação da SEC

As bolsas norte-americanas acentuaram as perdas depois que a Securities and Exchange Comission (SEC, a comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos) acusou o Goldman Sachs de fraude civil por enganar os investidores com relação a um produto financeiro ligado a hipotecas subprime. Às 12h22 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,00%, o Nasdaq recuava 1,16% e o S&P 500 perdia 1,71%.

AE |

As bolsas norte-americanas acentuaram as perdas depois que a Securities and Exchange Comission (SEC, a comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos) acusou o Goldman Sachs de fraude civil por enganar os investidores com relação a um produto financeiro ligado a hipotecas subprime. Às 12h22 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,00%, o Nasdaq recuava 1,16% e o S&P 500 perdia 1,71%.

As ações do Goldman Sachs Group despencaram 11% depois do anúncio da SEC, que também acusou um dos vice-presidentes da empresa, além da própria instituição, por espoliar os investidores "por meio de engano e omissão de fatos importantes sobre um produto financeiro ligado a hipotecas subprime", disse a SEC em um release. Operadores disseram que a palavra "fraude" estimulou preocupações em todo o setor financeiro. "A palavra fraude é crucial. Quando você lança essa palavra, todas as ofertas são retiradas", disse Jay Suskind, vice-presidente da Duncan-Williams.

Outros disseram que os investidores estão tendo dificuldades para sair de posições que possam ser afetadas. "Essa é a primeira vez que vemos esse tipo de temor em uma notícia no último um ano e meio", observou Andrew Busso, operador da Cowen. "As pessoas estão dizendo: 'é fim de semana, eu vou vender primeiro e perguntar depois'", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG