As Bolsas de Nova York abriram em baixa nesta terça-feira, com os investidores continuando a se ajustar à deterioração econômica e às dificuldades das empresas nos Estados Unidos. Às 12h34 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,22% e o S&P 500 cedia 0,43%, enquanto o Nasdaq 100 subia 0,28% O mercado ainda não consegue ver o fim desta crise econômica, disse o economista David Resler, da Nomura Securities.

"Estamos em declínio há algum tempo, mas apenas recentemente a intensidade disso tornou-se evidente". Ele ressaltou, no entanto, que "é quase impossível decifrar no início do dia como o mercado irá fechar".

Durante o pré-mercado em Wall Street, por exemplo, os índices futuros reduziram as perdas que vinham apresentando mais cedo após a Hewlett Packard (HP) anunciar expectativas de resultados mais fortes do que as esperadas pelos analistas para o atual trimestre fiscal. As ações da empresa subiram 16% no pré-mercado.

Na agenda econômica do dia, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) teve queda recorde de 2,8% em outubro ante setembro, no terceiro mês consecutivo de declínio, informou hoje o Departamento de Trabalho norte-americano. Os analistas, em média, esperavam declínio de 0,4%. O núcleo do PPI, que exclui as variações de preços de alimentos e energia, no entanto, avançou 0,4%, bem acima da alta esperada de 0,1%. Depois, o Departamento do Tesouro dos EUA informou que as compras líquidas de títulos norte-americanos de longo prazo (com vencimento em mais de um ano) por parte de estrangeiros somaram US$ 52,7 bilhões em setembro.

O mercado aguarda agora o depoimento do secretário do Tesouro dos EUA, Henry Paulson, do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Ben Bernanke, e da presidente da Corporação Federal de Seguro de Depósitos (FDIC, na sigla em inglês), Sheila Bair, em audiência do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, a partir das 12h30 (de Brasília). Os depoimentos têm o potencial de mexer com o mercado logo na abertura e ao longo do dia. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.