Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY abrem em baixa, de olho em balanços

As Bolsas de Nova York abriram em baixa hoje, após o avanço acentuado dos índices americanos ontem, com os investidores procurando nos balanços financeiros das empresas sinais de fraqueza na economia dos Estados Unidos. Às 10h31 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,33%, o Nasdaq 100 recuava 1,69% e o S&P 500 cedia 1,25%.

Agência Estado |

Os resultados trimestrais serão o foco do mercado hoje, com divulgação de balanços de uma série de empresas integrantes do índice Dow Jones, como a varejista Dupont, que diminuiu a meta de lucros para este ano e projetou os ganhos menores do que as estimativas de analistas no quarto trimestre de 2008.

"A recessão está começando a doer", disse o analista da Soleil Securities, Mark Gulley, sobre a previsão da DuPont.

Entre as empresas em destaque hoje, está a operadora de cartões American Express, que divulgou ontem uma queda de 24% - menos acentuada do que o previsto - na receita do terceiro trimestre de 2008. As ações subiram 3,3% no pré-mercado em Nova York.

As empresas de tecnologia Texas Instruments (TI), Sun Microsystems e Logitech International sofriam pressão de prognósticos pessimistas dos analistas. A TI caiu 9,6% no pré-mercado em Wall Street, a Sun perdeu 13% e a Logitech recuou 17%.

Ainda no setor, a JDA Software subiu 6,6% no pré-mercado, após os resultados da empresa no terceiro trimestre superarem as expectativas de analistas, com as margens subindo e as vendas de softwares crescendo 79% nas Américas.

No setor financeiro, o banco National City subiu 7,5% no pré-mercado em Wall Street, apesar de ter divulgado perdas no período entre julho e setembro, após anunciar planos de demitir 14% da força de trabalho, ou 4 mil funcionários, em uma tentativa de cortar entre US$ 500 milhões e US$ 600 milhões em custos até 2011. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG