Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY abrem em alta, com Bernanke e Paulson

As Bolsas de Nova York abriram em alta hoje, com os investidores observando os depoimentos do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Ben Bernanke, e do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, no Comitê Bancário do Senado.

Agência Estado |

 

Acordo Ortográfico Pelo tom dos depoimentos escritos, antecipadamente divulgados, ambos devem pedir urgência na aprovação do plano de resgate do sistema financeiro, com custo de US$ 700 bilhões. A Casa Branca também está fazendo declarações esta manhã nesse sentido.

O presidente do órgão regulador do mercado de capitais americano (SEC, na sigla em inglês), Christopher Cox, e o diretor da Agência Federal de Crédito Habitacional (FHFA, na sigla em inglês), James Lockhart, também irão depor.

"O sentimento está terrível neste momento, mas deve proporcionar uma tremenda oportunidade", disse o diretor-executivo do banco de investimento e corretora Merriman Curhan Ford, Jon Merriman. Às 10h35 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,15%, o Nasdaq-100 avançava 0,42% e o S&P 500 tinha alta de 0,16%.

Também em questão está a decisão do governo de proibir vendas a descoberto de ações de uma lista de mais de 800 instituições financeiras, ampliada ontem para incluir empresas não financeiras que têm operações neste segmento, como as da General Electric (GE). Para muitos fundos de hedge e administradores de recursos, a mudança significou queda nos volumes e trabalho adicional para manter o sistema funcionando.

Fora no noticiário relacionado à crise, a Bristol-Myer Squibb elevou sua oferta pela ImClone Systems para US$ 62,00 por ação, de US$ 60,00, e disse que irá apresentar sua oferta diretamente aos acionistas da especialista em medicamentos oncológicos de Nova York. No pré-mercado em Wall Street, as ações da ImClone Systems subiram 5,9% e as do Bristol-Myers avançaram 1%.

Os papéis da 3Com Corp saltaram 11% no pré-mercado, com a fabricante de equipamentos de rede mostrando um lucro líquido fiscal no primeiro trimestre superior ao previsto, refletindo ganhos relacionados a uma disputa judicial com resultado positivo para a empresa, aumento nas vendas e margens. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre as Bolsas de NY

Leia tudo sobre: bolsas de ny

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG