Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY abrem em alta, após ação de BCs

Os mercados americanos abriram hoje em alta, aparentemente, em busca de algum alívio com as notícias de que as maiores autoridades monetárias do mundo e um dos dois bancos de investimento sobreviventes (Lehman Brothers e Merrill Lynch) da atual crise estão se mexendo para estancar a seqüência de desastres que derrubam o mercado financeiro desde a segunda-feira.

Agência Estado |

Acordo Ortográfico Às 10h35, o índice Dow Jones subia 1,35% e o Nasdaq registrava alta de 2,08%. Já o S&P500 apresentava elevação de 1,82%.

Em menos de duas semanas, o pânico no sistema financeiro transformou Wall Street. O mercado questiona se o modelo de empresa com ações negociadas em bolsa poderá sobreviver. Depois do Bear Stearns em março, o Lehman Brothers pediu concordata, o Merrill Lynch teve de ser comprado pelo Bank of America e agora o Morgan Stanley está em "avançadas negociações" com o Wachovia em vistas a uma fusão - tudo isto, somente nesta semana. Assim, o Goldman Sachs pode tornar-se o único sobrevivente.

As ações do Morgan Stanley caíram 7% no pré-mercado e o Goldman recuou 9%. As ações do Wachovia subiram 9%.

Os bancos centrais do Canadá, Inglaterra, Europeu, do Japão, suíço e o norte-americano anunciaram uma nova ação coordenada hoje para reduzir a pressão de demanda nos mercados de crédito em dólares, com ampliação do montante e extensão para até 31 de janeiro do ano que vem dos acordos de swap com o Fed. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre as Bolsas de NY

Leia tudo sobre: bolsas de ny

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG