Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de NY abrem em alta antes de decisão do Fed

As Bolsas norte-americanas abriram o pregão de hoje em alta, dia em que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) anuncia o resultado de sua reunião de política monetária, previsto para às 17h15 (de Brasília). Às 12h31, o índice Dow Jones avançava 0,75%, o Nasdaq subia 1,43% e o S&P 500 ganhava 0,92%.

Agência Estado |

A sessão deve acontecer sem que os investidores se movam de modo agressivo, aguardando para ver o que o comunicado que se segue ao anúncio das taxas de juro poderá conter. Com a expectativa de corte de 0,50 ponto percentual da taxa dos Federal Funds para 0,50% já bem difundida, a grande discussão centra-se em medidas adicionais, como uma "flexibilização quantitativa", que implicaria injetar mais dólares na economia.

Os números divulgados pela manhã, mostrando forte desaceleração nos preços ao consumidor, facilitam uma atuação do Fed nesse sentido. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) caiu 1,7% em novembro, uma desaceleração recorde, enquanto o núcleo ficou estável. Em relação a novembro do ano passado, o CPI subiu 1,1%, a maior desaceleração desde fevereiro de 1965 em relação à alta de 5,6% de outubro.

Por outro lado, o número de construções de novas residências indicou séria deterioração do setor imobiliário no mês passado, sem, portanto, nenhum sinal positivo para a economia. As novas construções caíram 18,9% em novembro - maior declínio desde março de 1984 -, para o recorde de baixa de 625 mil, superando a estimativa dos economistas de queda de 5,2%.

Para o juro, os contratos futuros dos Federal Funds embutem 100% de chance de a taxa cair para 0,50% hoje e 66%, de cair para 0,25% ao ano. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG