As Bolsas de Nova York abriram em alta hoje, com o mercado à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve, o banco central norte-americano, às 17h15 (de Brasília). Às 12h30, o Nasdaq subia 0,50%, o S&P 500 avançava 0,73% e o Dow Jones apontava alta de 0,60%.

Os índices exibiram pouca reação à pesquisa da ADP sobre o mercado de trabalho, que apontou o corte de 203 mil vagas no setor privado dos Estados Unidos em outubro.

O dado veio em linha com a estimativa de analistas. "Como a correlação mensal (da pesquisa da ADP) com o payroll do governo tem sido tênue, os mercados vão esperar os números de sexta-feira antes de tirarem conclusões sobre o mercado de trabalho. Mas o dado de hoje ainda reflete um ambiente difícil para empregos, embora menos difícil", disse o estrategista de ações Peter Boockvar, da Miller Tabak.

Outro indicador que deve atrair a atenção dos investidores é o índice de atividade do setor de serviços de outubro, a ser anunciado pelo Instituto para Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês) às 13 horas. Mas o principal evento do dia é mesmo o anúncio do Fed, e a principal dúvida é se o banco central dos EUA repetirá no comunicado a expressão "as condições econômicas deverão garantir níveis excepcionalmente baixos para as taxas dos federal funds por um período prolongado". "Qualquer mudança seria um grande acontecimento para os ativos arriscados, que têm sido ajudados pelas condições generosas de liquidez", disseram analistas do Société Générale.

No campo corporativo, Comcast subia 5% no pré-mercado, após anunciar aumento de 22% do lucro trimestral. Time Warner recuava 0,80%; o grupo registrou queda de 38% de seu lucro mas elevou sua previsão de lucro por ação para o ano para pelo menos US$ 2,05. Kraft Foods caía 2,9% depois de anunciar ontem vendas mais fracas do que o previsto. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.