Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de Nova York se recuperam e fecham em alta

SÃO PAULO - O balanço melhor do que o esperado da HP impediu que as bolsas de Nova York encerrassem o pregão desta quarta-feira em baixa. Embora os índices tenham ficado no vermelho boa parte do dia, na segunda etapa de transações as bolsas operaram em ritmo de recuperação e terminaram com ganhos.

Valor Online |

O Dow Jones Industrial terminou em alta de 0,61%, aos 11.417 pontos. O Standard & Poor´s subiu 0,62%, para 1.274 pontos. O eletrônico Nasdaq encerrou aos 2.389 pontos, com valorização de 0,20% em relação ao pregão anterior.

Ainda que as preocupações com o setor bancário e financeiro permaneçam, os investidores monitoraram aspectos positivos como o relatório de energia divulgado hoje, que mostrou forte alta dos estoques de óleo cru no país. Ainda que os preços da commodity tenham fechado em alta, as notícias são positivas como fundamento para formação de preço real do produto.

O destaque do dia no âmbito corporativo ficou mesmo com a Hewlett-Packard (HP), cujas ações subiram 5,65% (US$ 46,16) após a empresa reportar lucro 14% maior e aumento de 10% nas vendas do terceiro trimestre fiscal.

Na ponta negativa, os papéis da Fannie Mae continuaram sofrendo com a possibilidade de a empresa ter de ser resgatada pelo governo para se capitalizar. Os papéis da gigante financeira caíram 26,79% (US$ 4,40) e as da Freddie Mac, que se encontra na mesma situação, declinaram 22,06% (US$ 3,25).

Já as ações de outras companhias do setor financeiro tiveram um dia de recuperação. Os papéis da AIG ganharam 2,36% (US% 20,80), os da American Express subiram 1,91% (US$ 37,43) e as do Citigroup subiram 1,75% (US$ 17,49).

Leia tudo sobre: bolsa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG