Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de Nova York se recuperam com ajuda do setor de energia

SÃO PAULO - O dia foi de recuperação para as bolsas de Nova York, após a forte queda de ontem. Os ganhos vieram das barganhas no setor de energia, que estimularam as compras, e de algumas previsões favoráveis vindas de empresas de peso como a Fedex e a Texas Instruments.

Valor Online |

O Dow Jones fechou com alta de 0,34%, para 11.268 pontos. Standard & Poor´s 500 terminou aos 1.232 pontos, com ganho de 0,61%. O eletrônico Nasdaq encerrou com ganho de 0,85%, para 11.268 pontos.

As ações do Lehman Brothers continuaram a trajetória de baixa, embora de maneira mais modesta. Depois de caírem 45% ontem, hoje as ações do banco perderam 6,93% (US$ 7,25), O banco adiantou a divulgação de seu balanço hoje e anunciou prejuízo de US$ 3,9 bilhões no terceiro trimestre.

Ainda assim, os investidores hoje preferiram aproveitar as 'ofertas', sobretudo no setor energético. As ações da Exxon Mobil subiram 2,72% e as da Chevron avançaram 3,01%. Os papéis da Conoco Philips ganharam 5,21%. O setor de energia sofreu fortes perdas nos últimos pregões devido à queda consistente das cotações do petróleo.

Também subiram as ações da FedEx, com alta de 3,67% (US$ 87,86), após a emprega reportar lucro líquido de US$ 1,23 no primeiro trimestre fiscal, acima das projeções entre US$ 0,80 e US$ 1 de lucro para o período.

A Texas Instruments também se destacou no pregão ao informar que espera vendas maiores no terceiro trimestre deste ano, de US$ 3,33 bilhões a US$ 3,47 bilhões. A previsão anterior apontava vendas entre US$ 3,26 bilhões e US$ 3,54 bilhões. A previsão de ganho por ação no período também foi revisada para US$ 0,42 a US$ 0,46, ante US$ 0,41 a US% 0,47. As ações da empresa fecharam com aumento de 0,64% (US$ 21,85).

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG