Tamanho do texto

SÃO PAULO - As bolsas de Nova York aprofundaram a tendência de baixa hoje, ainda pressionadas pela tensão dos agentes com o setor bancário. O mercado continua demonstrando ceticismo em relação ao plano de resgates de ativos tóxicos e suspeitam da necessidade de nacionalizações.

O Dow Jones fechou com em baixa de 1,34%, aos 7.365 pontos. O Standard & Poor's 500 cedeu 1,14%, para 770 pontos, e o eletrônico Nasdaq fechou aos 1.441 pontos, com recuo 0,11%.

As ações do Citigroup caíram 22,31% (US$ 1,95) após reportagens darem conta de que o Tesouro dos EUA deve dar mais detalhes sobre o resgate financeiro para o setor na próxima semana.

Os papéis do Bank of America tombaram mais de 30% mas recuperaram o fôlego após presidente do grupo afirmar que a instituição pode sobreviver por si mesma ao processo de recessão. As ações fecharam em queda de 3,56% (US$ 3,79).

Outros papéis de peso no mercado americano voltaram a sofrer. As ações da General Motors caíram 12%, para US$ 1,77. A montadora continua precisando de novo a socorro do governo para continua produzindo. As ações da General Electric, que também tem grande exposição financeira, caíram 6,8% (US$ 9,38). Foi a primeira vez, desde 1995, que o papel da companhia fechou abaixo de US$ 10.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.