SÃO PAULO - As bolsas americanas encerraram com forte retração nesta sexta-feira, afetadas por um novo dado negativo da economia americana. Ainda que as estimativas fossem de queda ainda maior para o Produto Interno Bruto (PIB) do último trimestre, os investidores se apegaram ao fato de a baixa de 3,8% ter sido a maior retração já registrada desde 1982 O Dow Jones caiu 1,82%, para 8. 000 pontos. O Standard & Poor´s 500 declinou 2,28%, para 825 pontos, e o eletrônico Nasdaq fechou aos 1.476 pontos, com desvalorização de de 2,08%.

Em termos nominais, o PIB americano caiu 4,1% nos três meses finais de 2008, maior variação negativa desde o primeiro trimestre de 1958. Fecharam em baixa papéis de peso em Wall Street, como os da Procter & Gamble, que recuaram 6,39% (US$ 54,50), após a empresa reportar vendas abaixo do esperado e reduzir projeções para este ano.

Também cederam 7,70% as ações da Alcoa (US$ 7,79), após o JP Morgan prever prejuízo maior para a empresa neste ano, alegando que os preços dos metais podem não se recuperar como era esperado. As ações da Caterpillar caíram 3,14% (US$ 30,85) e as do Citigroup declinaram 8,97% (US$ 3,55).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.