Tamanho do texto

A aversão ao risco relacionada aos bancos voltou. Denúncias de fraude contra o Goldman Sachs derrubaram Wall Street na sexta-feira, provocaram uma corrida para os títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries) e fizeram os mercados acionários oscilarem em Nova York hoje.

A aversão ao risco relacionada aos bancos voltou. Denúncias de fraude contra o Goldman Sachs derrubaram Wall Street na sexta-feira, provocaram uma corrida para os títulos do Tesouro norte-americano (Treasuries) e fizeram os mercados acionários oscilarem em Nova York hoje. O caso, que promete mais desdobramentos nos próximos dias, chega exatamente quando o presidente Barack Obama tentar fazer passar a reforma financeira no Senado e pode dar mais urgência ao processo todo. Às 10h35, o Dow Jones subia 0,10%, o Nasdaq perdia 0,03% e o S&P 500 recuava 0,03%.

O calendário da semana vem mais leve de indicadores e bem mais pesado em balanços do primeiro trimestre. Na semana passada, 21 resultados de empresas foram apresentados e de hoje até o dia 26 de abril serão mais 296. A Grécia continua pairando sobre o noticiário, assim como as cinzas do vulcão na Islândia sobre a Europa, que provocaram a maior interrupção de voos desde 11 de setembro de 2001. Com isso, as ações das companhias aéreas ficam no radar.

"O Goldman Sachs deve pesar sobre as bolsas hoje e possivelmente amanhã, quando saem os resultados do banco. Mas é prematuro imaginar uma mudança de tendência para o mercado de ações, até porque a economia continua dando sinais de melhora", afirma Peter Cardillo, economista-chefe da Avalon Partners, em Nova York. Na agenda econômica, o Conference Board divulga os indicadores antecedentes de março, às 11 horas (de Brasília). A expectativa é de alta de 1,1%, após elevação de 0,1% em fevereiro.

Hoje, o Citigroup anunciou lucro líquido de US$ 4,4 bilhões (US$ 0,15 por ação) no primeiro trimestre deste ano, mais do que o dobro do resultado do mesmo período do ano passado e o maior desde o segundo trimestre de 2007. O lucro superou as estimativas. Ainda hoje saem os números da IBM e Delta Airlines.

Ministros do Transportes da União Europeia iriam realizar videoconferência nesta segunda-feira para discutir a situação dos aeroportos na região, após 63 mil voos terem sido cancelados nos últimos cinco dias, segundo Wall Street Journal, por causa das nuvens de cinzas de um vulcão em erupção na Islândia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.