Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de Nova York fecham em baixa por previsão de prejuízo da Toyota

SÃO PAULO - Dados do setor corporativo dominaram o foco dos investidores americanos nesta jornada e explicaram o resultado negativo das bolsas de Nova York. Números frustrantes do balanço da rede de drogarias Walgreen e previsão de prejuízo por parte da Toyota foram as principais más notícias do dia.

Valor Online |

O Dow Jones fechou com queda de 0,69%, aos 8.519 pontos. O Standard & Poor´s 500 cedeu 1,83%, para 871 pontos. O Nasdaq encerrou aos 1.532 pontos, com desvalorização de 2,04% frente ao último pregão.

A Toyota hoje anunciou que poderá ter o primeiro prejuízo anual em 71 anos de história em decorrência de queda nas vendas e da valorização do iene. A estimativa é de uma perda de 150 bilhões de ienes em uma base operacional nos 12 meses até março de 2009, invertendo o resultado de um calendário atrás, de lucro de 2,27 trilhões de ienes. As ações da empresa caíram, 5,47% (US$ 60,85).

Outras ações também foram arrastadas pela previsão, a despeito do plano de socorro do governo americano, anunciado na semana passada. Os papéis da GM, que sofreram ainda um rebaixamento de recomendação de "neutro" para "venda" por parte do Credit Suisse, fecharam em baixa de 21,38% (US$ 3,53).

Também como fator negativo, a rede norte-americana de drogarias Walgreen informou que seu lucro caiu 10% no primeiro trimestre fiscal, saindo de US$ 456 milhões um ano atrás, para US$ 408 milhões agora. Ao anunciar seus resultados, a Walgreen informou também uma redução no seu planejamento para abertura de lojas nos próximos anos, o que diminuirá suas despesas de capital em US$ 500 milhões até 2011.

As ações da companhia caíram 5,71% (US$ 24,59) e levaram junto os papéis da também varejista Jones Apparel Group, que perderam 15,76% (US$ 5,24)
(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG