Tamanho do texto

SÃO PAULO - As bolsas de Nova York fecharam com valorização, impulsionadas por resultados favoráveis de algumas empresas americanas importantes como a Texas Instruments, que apresentou dados melhores do que o esperado pelo mercado. O Dow Jones fechou com valorização de 0,72%, aos 8,174 pontos. O Standard & Poors 500 encerrou com 845 pontos, em alta de 1,09%. O eletrônico Nasdaq avançou 1,04%, para 1.504 pontos.

Os indicadores econômicos do país continuam sinalizando recessão. Pela manhã, o Conference Board comunicou nova baixa no nível de confiança dos consumidores, que cedeu a 37,7 neste mês, o menor nível desde 1967. Os preços de imóveis no país também caíram mais de 18% em novembro.

O pessimismo trazido pelos dados foi superado pelas notícias do setor corporativo. As ações da Texas Instruments subiram 3,66% (US$ 15,31) após a empresa anunciar lucro de US$ 0,21 por ação, número que é 78% maior do que o esperado pelo mercado. Além disso, a empresa aderiu á onda de ajuste na folha de pagamento e planeja demitir 12% da força de trabalho.

A seguradora Travelers também viu seus papéis ganharem 6,15% (US$ 39,89) com o lucro de US$ 1,58 por ação obtido no quarto trimestre de 2008. O mercado também esperava ganho menor para a empresa no período.

No caso da American Express, a alta foi de 9,74% (US$ 16,68) . A companhia conseguiu reportar lucro de US$ 238 milhões, ou US$ 0,21 por ação mesmo após ter passado pelo epicentro da crise financeira, no quarto trimestre.

Os papéis da Netflix fecharam com aumento de 15,49% (US$ 34,82). A empresa anunciou recompra de ações e projeções melhores do que o esperado para este ano.