SÃO PAULO - A retomada do otimismo dos investidores com a possibilidade de aprovação mais rápida, pelo Congresso, do plano de resgate proposto pelo governo americano garantiu a recuperação das bolsas em Wall Street nesta jornada. O industrial Dow Jones fechou com alta de 1,82%, aos 11.022 pontos.

O Standard & Poor´s 500 encerrou aos 1.209 pontos, com 1,97% de ganho. O eletrônico Nasdaq avançou 1,43%, para 2.186 pontos.

Quando o presidente do comitê de finanças do senado, Christopher Dodd, afirmou que democratas e republicanos já chegaram a um acordo em relação aos principais pontos do plano de resgate, o mercado reagiu como se o plano pudesse ser aprovado hoje e os índices chegaram a subir mais de 2%.

A sinalização, ainda que não seja para uma aprovação imediata, dá mais tranqüilidade para os agentes e a expectativa é de que isso seja feito até segunda-feira.

Os ganhos do dia também foram impulsionados pela alta de 6,16% (US$ 25,68) das ações da General Electric, que cortou as previsões de ganhos para o ano e interrompeu o programa de recompra de ações.

Os papéis do setor financeiro também tiveram valorização. As ações do Lehman Brothers subiram 45,33% (US$ 0,33) e as da Fannie Mae ganharam 11,49% (US$ 1,94). Já os papéis da Washington Mutual declinaram 25,22% (US$ 1,69) após notícias de que a financeira estaria mantendo conversas com vários fundos de private equity sobre possível aquisição.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.