Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de Nova York aprofundam queda do dia

Os principais índices de ações do mercado norte-americano voltaram a visitar as mínimas do dia nesta última hora de sessão, pressionados pelo declínio das ações do setor financeiro, puxadas pelas ações do Goldman Sachs e do JPMorgan. O primeiro foi rebaixado por analistas que alertaram sobre sua exposição aos mercados acionários globais, incluindo na China e outros países emergentes.

Agência Estado |

Já o JPMorgan surpreendeu o mercado ao anunciar uma baixa contábil de US$ 1,5 bilhão em títulos lastreados por hipotecas em julho. Na última hora de pregão, as ações do Goldman Sachs recuavam 5,49% e as do JPMorgan registravam uma queda de 10,81%.

As novas evidências de problemas relacionados ao crédito nos EUA dominam o mercado e, desta vez, até mesmo a continuada queda dos preços do petróleo não foi suficiente para dar suporte as ações. Na Nymex, os contratos de petróleo para setembro caíram US$ 113,01 por barril, em baixa de 1,26%.

Às 16h29 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,23%, o Nasdaq recuava 0,50% e o S&P-500 registrava uma queda de 1,19%. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: wall street

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG