Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de Londres e Paris recuam, mas Frankfurt fecha em alta

SÃO PAULO - As bolsas européias continuaram pressionadas hoje pela preocupação com o andamento da economia global e os efeitos negativos da recessão sobre os resultados das empresas. Ainda assim, os índices encerraram com trajetórias distintas, também influenciados pelo rali no setor de tecnologia.

Valor Online |

O FTSE-100, de Londres, fechou em queda de 0,77%, aos 4.059 pontos. Em Frankfurt, o DAX fechou em alta de 0,50%, aos 4.261 pontos. O CAC 40, de Paris, encerrou aos 2.905 pontos, em queda de 0,67%.

Entre os destaques de baixas as empresas do setor farmacêutico sofreram, como a GlaxoSmithKlinke, que viu seus papéis recuarem 4,37% em Londres. As ações da Royal Dutch Shell cederam 3,23%.

Em contrapartida, as ações de bancos se recuperaram. As do Societe Generale subiram 10,29% após a instituição informar que deve receber uma segunda tranche de ajuda governamental de 1,7 bilhão de euros. O governo francês anunciou ontem que pretende injetar 10,5 bilhões de euros adicionais no setor bancário. As ações do HSBC ganharam 6,29% na bolsa londrina.

No setor de tecnologia, as ações da Ericsson subiram 11,79% após a empresa sueca comunicar uma baixa de 31% no lucro do quarto trimestre de 2008. Apesar disso, ela informou alta nas vendas e anunciou um plano de corte de 5 mil postos de trabalho até a segunda metade de 2010.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG