Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os pregões na Europa oscilam entre perdas e ganhos nesta sessão. Os investidores estão de olho nas ações dos governos para lidar com a crise financeira.

Depois de o banco central da Austrália cortar a taxa de juro, existe a expectativa de que outras autoridades monetárias façam o mesmo.

Nesta manhã, o BC australiano cortou a taxa de juro de 7% para 6% apesar de a inflação estar bem acima da meta do governo.

Instantes atrás, o indicador FTSE-100, de Londres, aumentava 1,77%, aos 4.670,63 pontos. O CAC-40, de Paris, subia 1,95%, atingindo 3.784,23 pontos. Em Frankfurt, o DAX tinha alta mais modesta, de 0,37%, ficando em 5.407,34 pontos.

Em queda, apareciam as ações do Royal Bank of Scotland (RBS), Lloyds TSB, Barclays, ArcelorMittal, EADS, Commerzbank e Hypo Real Estate.

Em sentido inverso, avançavam os papéis da Diageo, SabMiller, Renault, Danone, Volkswagen, Daimler e E.On.

Ontem, as praças européias encerraram os negócios com perdas significativas.

(Valor Online, com agências internacionais)