Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas de Londres e Frankfurt encerram com valorização; Paris declina

SÃO PAULO - Os mercados acionários da Europa fecharam a última sessão de março e a do trimestre sem uma direção comum. Dados de emprego dos Estados Unidos e a ação da agência Moody´s com relação a bancos da Grécia mexeram com os negócios, assim como a projeção de inflação para a zona do euro em março.

Valor Online |

SÃO PAULO - Os mercados acionários da Europa fecharam a última sessão de março e a do trimestre sem uma direção comum. Dados de emprego dos Estados Unidos e a ação da agência Moody´s com relação a bancos da Grécia mexeram com os negócios, assim como a projeção de inflação para a zona do euro em março. A ADP, empresa que processa folhas de pagamentos, mostrou que o setor privado dos EUA eliminou 23 mil postos de trabalho em março. Alguns analistas estavam à espera de geração de empregos. A Moody´s, por sua vez, reduziu a nota de cinco bancos gregos, citando uma perspectiva macroeconômica fraca para a Grécia. A agência de estatísticas Eurostat apontou um aumento no nível de desemprego na zona do euro em fevereiro e o prognóstico de inflação mais marcada. Em Londres, o FTSE-100 apresentou valorização de 0,13%, somando 5.679,64 pontos. O DAX, de Frankfurt, também fechou com alta, de 0,18%, para 6.153,55 pontos. Em Paris, no entanto, o CAC-40 caiu 0,34% e ficou em 3.974,01 pontos. (Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG