Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da NY viram e caem; Ibovespa oscila

As Bolsas de Nova York inverteram os ganhos exibidos na abertura do pregão de hoje e passaram a operar em baixa, com os investidores voltando a ficar preocupados com a situação das agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac e a possibilidade de novas perdas no setor financeiro. Com a mudança de sinal em Wall Street, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) apagou boa parte da alta apresentada no início dos negócios e oscila entre os terrenos positivo e negativo.

Redação com Agência Estado |

 

Por volta das 12h05 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,31%, o Nasdaq 100 recuava 0,24% e o S&P 500 tinha baixa de 0,29%. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,07%, a 54.282 pontos, e registrava um volume financeiro de R$ 1,57 bilhão. Na máxima, o indicador subiu 1,26% e, na mínima, cedeu 0,09%.

A queda dos preços do petróleo no mercado internacional também pesa sobre o mercado brasileiro, influenciando no desempenho das ações da Petrobras, que têm forte peso na composição do Ibovespa. No mesmo horário, o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em setembro caía 0,85% a US$ 112,80 o barril, na sessão regular da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex). As ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN) da Petrobras cediam 0,65% e 0,67%, respectivamente.

Dólar

A moeda americana mantém a queda que vem apresentando desde o início dos negócios. Por volta das 12h10, o dólar era cotado a R$ 1,635, queda de 0,24%.

Leia também:

 

Leia mais sobre Bovespa - dólar

Leia tudo sobre: bovespadolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG