SÃO PAULO - As bolsas européias encerraram a sexta-feira com perdas acima de 1%. Os investidores mostraram-se preocupados com a situação econômica mundial e não ficaram satisfeitos com o corte menor do que o previsto na folha não-agrícola dos Estados Unidos em julho.

O Departamento do Trabalho americano mostrou que a economia do país perdeu 51 mil vagas no mês passado ante expectativa de perda de 70 mil a 75 mil postos. Em junho, também foram eliminados 51 mil empregos (número revisto).

O governo mostrou ainda que a taxa de desemprego nos EUA em julho avançou para 5,7% ante os 5,5% da pesquisa anterior. Com isso, marcou a pior leitura desde março de 2004.

O movimento das ações de montadoras, de empresas aéreas e de mineradoras despertou o interesse de muitos agentes nas praças européias.

Em Londres, o FTSE-100 cedeu 1,06%, para 5.354,70 pontos. O CAC-40, de Paris, somou 4.314,34 pontos, com decréscimo de 1,78%. Em Frankfurt, o DAX caiu 1,28%, aos 6.396,46 pontos.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.