Tamanho do texto

SÃO PAULO - A decisão de ativar o mecanismo de ajuda à Grécia não foi suficiente para animar os participantes nos mercados acionários e as principais bolsas da Europa registravam queda. Foi decidido que a zona do euro e o Fundo Monetário Internacional (FMI) vão contribuir com 110 bilhões de euros nos próximos três anos. Mas existe certa dúvida por parte do mercado quanto aos resultados concretos do plano de resgate.

SÃO PAULO - A decisão de ativar o mecanismo de ajuda à Grécia não foi suficiente para animar os participantes nos mercados acionários e as principais bolsas da Europa registravam queda. Foi decidido que a zona do euro e o Fundo Monetário Internacional (FMI) vão contribuir com 110 bilhões de euros nos próximos três anos. Mas existe certa dúvida por parte do mercado quanto aos resultados concretos do plano de resgate. Há pouco, o londrino FTSE-100 cedia 1,15%, aos 5.553 pontos. O CAC-40, de Paris, tinha retração de 0,48%, para 3.798 pontos. O DAX, de Frankfurt, recuava 0,15%, aos 6.126 pontos. Entre os destaques de queda, há minutos, estavam os papéis de bancos, como Deutsche Bank e BNP Paribas. A BP, por sua vez, tinha retração de cerca de 3%, por conta do vazamento do petróleo no Golfo do México. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.