SÃO PAULO - As bolsas da Europa operam em alta nesta quarta-feira, com a influência de resultados financeiros de companhias relativos ao primeiro trimestre. Nesta sessão, os agentes acompanham o desempenho de bancos, de empresas de tecnologia e de mineradoras, principalmente.

SÃO PAULO - As bolsas da Europa operam em alta nesta quarta-feira, com a influência de resultados financeiros de companhias relativos ao primeiro trimestre. Nesta sessão, os agentes acompanham o desempenho de bancos, de empresas de tecnologia e de mineradoras, principalmente. Ontem, a Intel informou que teve um lucro líquido de US$ 2,4 bilhões (US$ 0,43 por ação) no primeiro trimestre, o que representa um aumento de 288% sobre os US$ 629 milhões (US$ 0,11 por ação) registrados no mesmo período de 2009. A receita, por sua vez, cresceu 44%, para US$ 10,3 bilhões. Já o JPMorgan Chase & Co. apresentou lucro líquido de US$ 3,3 bilhões no primeiro trimestre de 2010, o equivalente a US$ 0,74 por ação. O montante se compara a um lucro de US$ 2,1 bilhões de período correspondente do ano anterior, ou US$ 0,40 o papel. A receita líquida foi de US$ 28,2 bilhões, excedendo os US$ 26,9 bilhões do trimestre inicial de 2009. Os investidores souberam ainda que o índice de preços ao consumidor nos Estados Unidos avançou 0,1% em março após apresentar variação nula um mês antes. Em 12 meses, houve alta de 2,3%. Há minutos, o londrino FTSE-100 registrava um ganho de 0,74%, aos 5.804 pontos. O CAC-40, de Paris, avançava 0,83%, aos 4.065 pontos. Por fim, o DAX, de Frankfurt, tinha um acréscimo de 0,90%, para 6.287 pontos. Registravam ganhos os papéis do UBS, Deutsche Bank, Barclays e Santander, além das ações de mineradoras Anglo American, Antofagasta, BHP Billiton, Eurasian Natural Resources, Rio Tinto e Xstrata. No setor de tecnologia, um dos destaques de alta era a Infineon Technologies, com um ganho de mais de 2% (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.