Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Europa sobem com petrolíferas e mineradoras

As principais bolsas européias operam em alta, nesta segunda-feira, com baixo volume de negócios. Em Londres, o índice FT-100 avançava 2,25%, às 10h35 (de Brasília). As petrolíferas eram destaque, ajudadas pelo forte ganho dos preços do petróleo, que por sua vez eram impulsionados pelo aumento da tensão no Oriente Médio. BP e Royal Dutch Shell subiam mais de 4%.

Agência Estado |

 

O setor de mineração, um dos mais prejudicados pela crise econômica este ano, também apresentava bom desempenho. Anglo American ganhava quase 7%, BHP Billiton subia mais de 5% e Rio Tinto avançava mais de 6%.

Entre os bancos, Royal Bank of Scotland ganhava 4%. Um porta-voz da instituição financeira disse ontem que as negociações sobre a venda das operações de seguros do grupo continuam com mais de uma parte interessada.

Na Europa continental, a norueguesa StatoilHydro subia 4%, enquanto a siderúrgica Arcelor avançava mais de 2%. A farmacêutica Novartis subia 0,7% e Roche ganhava 0,8%. A bolsa de Paris operava com o índice CAC-40 em alta de 1,01%. Em Frankfurt, o Dax ganhava 1,98%.

Mercado asiático

As bolsas asiáticas fecharam sem uma tendência definida - a maioria perto da estabilidade e com baixo volume de negócios, sinalizando a espera pelo feriado de Ano Novo. Em Hong Kong o dia foi de alta e a bolsa local encerrou avançando 1,02%, aos 14.328,48 pontos.

Já na China o pessimismo quanto à economia local ofuscou o movimento de buscas por ofertas de ocasião. O índice Shanghai Composto fechou em leve baixa de 0,1%, aos 1.815,41 pontos. O Shenzhen caiu 0,7%, para 565,17 pontos. Notícias sobre resultados abaixo do esperado no setor de siderurgia derrubaram as ações da Baoshan Iron & Steel (-2,2%) e as da Wuhan Iron & Steel (-1.0%).

Em um dia de baixo volume de negócios, a Bolsa de Tóquio encerrou o pregão praticamente inalterada, em ligeira alta. Ao final da sessão, o índice Nikkei 225 subiu 0,1%, aos 8.747,17 pontos. Rumores sobre uma eventual fusão na área de seguros alimentaram uma alta vertiginosa nos papéis do setor: Mitsui Sumitomo subiu 8,3%, Aioi Insurance disparou 19% e Nissay Dowa, 15%.

Os investidores estrangeiros aparentemente ainda não retornaram das festas de Natal. Tudo indica que não o farão antes do Ano Novo.

Leia mais sobre mercados

Leia tudo sobre: mercados

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG