Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Europa sobem com mineradoras

As ações de mineradoras recuperam parte das perdas recentes na Europa, ajudadas pelo avanço dos contratos futuros de metais. A alta no setor de mineração, que vinha em trajetória de queda desde julho, quando os preços das matérias-primas (commodities) começaram a recuar das máximas históricas, é liderada pelas gigantes Rio Tinto e BHP Billiton.

Agência Estado |

Por volta das 8h50 (de Brasília), as ações da Rio Tinto subiam 5,92%, BHP Billiton ganhava 5,20%, Xstrata tinha alta de 5% e Anglo American avançava 4%. Desde o começo de julho, as mineradoras perderam quase 29% em valor de mercado, por conta do recuo das commodities.

"A correção no setor de mineração, depois de um período de desempenho excepcionalmente forte, aprofundou-se muito na última semana", observou Darren Winder, estrategista da Cazenove. "Com a tendência de lucros no setor de mineração ainda sem mostrar sinais de mudança para baixo, esperamos que pelo menos parte das perdas acentuadas nas últimas semanas seja revertida nas próximas sessões."

Às 9h18 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,65%, a de Paris avançava 0,7% e a de Frankfurt tinha leve alta de 0,07%.

Na Alemanha, o Deutsche Post World Net informou que vai vender uma fatia de 29,75% no Deutsche Postbank para o alemão Deutsche Bank, por 2,79 bilhões de euros (US$ 3,93 bilhões) em dinheiro, ou 57,25 euros por ação. O Deutsche Bank tem ainda uma opção para comprar outros 18% do Postbank por 55 euros por ação. Os analistas esperavam que o preço oferecido pela ação ficaria entre 50 a 54 euros.

O acordo vai melhorar bastante o acesso do Deutsche Bank ao segmento de banco de varejo alemão, no qual o grupo pretende se expandir, e permitirá que o Deutsche Post se concentre em suas operações domésticas de logística e correios, bem como em sua unidade de entregas nos Estados Unidos, a DHL. O Deutsche Postbank, no qual Deutsche Post detém 50% mais uma ação antes da venda, possui 14,5 milhões de clientes.

Depois do anúncio do acordo, as ações do Deutsche Bank, que é o maior banco da Alemanha em capitalização de mercado, caíam 2%, enquanto as do Postbank recuavam 5%. As do Deutsche Post, por outro lado, subiam 2%. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG