Tamanho do texto

As principais bolsas européias operam em alta na manhã de hoje, impulsionadas pelo bom desempenho dos papéis da mineradora Rio Tinto, que informou não ter planos de cortar a produção de minério de ferro, e de algumas ações do setor financeiro, como Commerzbank, Société Générale e HBOS. A alta dos índices futuros das Bolsas de Nova York esta manhã também favorece os ganhos dos mercados europeus.

Às 8h53 (de Brasília), a Bolsa de Londres tinha alta de 0,72%, a de Paris subia 0,21% e Frankfurt ganhava 0,51%. Nos Estados Unidos, o índice futuro do Nasdaq 100 avançava 1,55% e o futuro do S&P 500 tinha leve ganhos de 0,03%.

As ações do cedente de hipotecas britânica HBOS tinham alta de 4,53% por volta do mesmo horário, após a instituição ter dito que sua aquisição pelo Lloyds TSB prossegue de acordo com o previsto e deve ser concluída em janeiro do ano que vem. Notícias no fim de semana relatavam especulações de que o HBOS poderia receber uma oferta rival. A instituição informou ainda que seus encargos com danos nos primeiros nove meses de 2008 foram de 1,72 bilhão de libras (US$ 2,79 bilhões), ante 469 milhões de libras no fim de junho.

Separadamente, o Lloyds TSB disse que o lucro antes de impostos em nove meses caiu, em meio ao "período extremamente desafiador". Os papéis do Lloyds cediam 1,82%, devolvendo parte dos ganhos da semana passada.

O alemão Commerzbank avançava 6,3%, após ter acessado 8,2 bilhões de euros (US$ 10,52 bilhões) de recursos do governo da Alemanha. O acordo impedirá o Commerzbank de pagar dividendos e bônus em 2008 e em 2009. O banco também anunciou prejuízo líquido de 285 milhões de euros (US$ 365,8 milhões) no terceiro trimestre deste ano. Já o francês Société Générale, segundo maior banco da França, subia 2%, com o anúncio de lucro líquido de 183 milhões de euros (US$ 235 milhões) no terceiro trimestre deste ano, 84% menor que o de 1,12 bilhão de euros registrado em igual período do ano passado.

Fora do setor bancário, a Rio Tinto e a BHP Billiton anunciaram hoje que não planejam cortar a produção de minério de ferro, ao contrário do que fez a brasileira Vale. Um porta-voz da Rio Tinto disse que a empresa está observando a situação na China com interesse. A companhia anunciou ainda revisão nos gastos de capital de curto prazo em termos de alcance e período dos projetos, sem especificar quais áreas serão revisadas, e também suspendeu a tentativa de vender US$ 10 bilhões em ativos, citando as condições atuais do mercado. Às 8h45 (de Brasília), os papéis da Rio Tinto subiam 1,26%.

Os papéis da montadora Volkswagen perdiam 13,5%, depois que a bolsa alemã introduziu regras na sexta-feira passada (dia 31) que permitirão a retirada de empresas com peso excessivo dos índices DAX, MDAX e SDAX. "Os investidores estão cautelosos diante do fluxo de notícias", disse um operador. As informações são da Dow Jones.