Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Europa fecham em alta com bancos e energia

A Bolsa de Londres fechou em alta liderada pelo setor de matérias-primas. O índice FTSE-100 subiu 2,8% para 4.

Agência Estado |

561,79 pontos. A mineradora Xstrata teve o melhor desempenho do índice, fechando em alta de 17%. Os volumes fracos acentuaram a volatilidade em meio à falta de notícias, disse James Hughes, da corretora CMC Markets. "O teste virá na próxima semana quando os operadores voltarem às suas mesas e os calendários econômico e corporativo começam a ficar movimentados", disse. Ele destaca a decisão do Banco (central) da Inglaterra na próxima quinta-feira, para quando se espera mais um corte no juro.

Em Paris, o índice CAC-40 fechou em alta de 4,09%, em 3.349,69 pontos, favorecido pelo desempenho dos bancos. Dexia subiu 11%, BNP Paribas avançou 8,1% e Credit Agricole ganhou 7,5%. Um operador em Paris disse que a alta foi estimulada pelos investidores que aproveitaram para ficar comprados no início do ano, na falta de notícias que dessem direção ao mercado e depois das quedas recorde em 2008.

Em Frankfurt, o DAX subiu 3,39% para fechar em 4.973,07 pontos, muito próximo das máximas do dia. As ações se beneficiaram da alta em Wall Street, disseram operadores. Deutsche Post caiu 2,1% após a notícia de que seu diretor financeiro, John Allan, deixará o posto no fim de junho.

Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI-20 subiu 1,36% para 6.427,5 pontos, liderado pelas ações de energia, depois que os preços do petróleo e do gás reagiram inicialmente em alta à notícia de que a Rússia cortou o fornecimento de gás para a Ucrânia. Galp Energia subiu 4,6%, EDP Renováveis avançou 2,4%. PT, EDP também apresentaram ganhos modestos, ajudando o índice a recuperar algum terreno depois da perda de 51% acumulada em 2008. A alta inicial do petróleo também favoreceu os papéis de energia na Bolsa de Madri, onde o índice Ibex-35 subiu 3,16% para 9.486,3 pontos. Repsol avançou 5%. As informações são da agência Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG