Tamanho do texto

SÃO PAULO - As principais bolsas da Europa operam em queda nesta segunda-feira, pela terceira sessão seguida. O aumento das taxas de juro na Índia, as incertezas quanto a um apoio europeu à Grécia e os efeitos da reforma do sistema de saúde americano estão sob análise dos agentes.

Na sexta-feira passada, o banco central indiano elevou a taxa de redesconto de 4,75% para 5% e a de redesconto reverso, de 3,25% para 3,5%. O mercado não esperava esse ajuste. A autoridade monetária explicou que o objetivo é ancorar as expectativas inflacionárias.

Sobre Atenas, ontem, a chanceler alemã Angela Merkel disse que a Grécia não necessita de auxílio financeiro e que os líderes da União Europeia não devem debater a questão da ajuda no encontro que acontecerá em Bruxelas esta semana.

Há pouco, o FTSE-100 recuava 0,79%, aos 5.605 pontos. Já o CAC-40, de Paris, deckubava 0,84%, aos 3.892 pontos. Em Frankfurt, o DAX registrava retração de 0,61%, para 5.945 pontos. Sanofi-Aventis tinha queda de mais de 1,5%. Também registravam declínio Roche e Novartis.

(Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.