Tamanho do texto

As medidas anunciadas no final de semana pelos governos dos países mais ricos do mundo devolveram as bolsas asiáticas ao terreno positivo, após uma semana de quedas históricas em toda a região. A exceção ficou com a Bolsa de Taipé, em Taiwan, onde a desconfiança dos investidores ainda prevaleceu.

O mercado de Tóquio não abriu devido a um feriado. A procura por ações baratas puxou o índice Hang Seng da Bolsa de Hong Kong para uma alta de 10%. O índice ganhou 1.515,29 pontos e encerrou aos 16.312,16 pontos.

Os ganhos em Hong Kong ajudaram a impulsionar a Bolsa de Xangai, na China , que também foi estimulada pela expectativa de que o governo anuncie medidas de estímulo ao mercado e à economia, após a reunião do Comitê Central do Partido Comunista, neste final de semana. O índice Xangai Composto encerrou uma série de seis pregões consecutivos de queda e teve alta de 3,7%, fechando aos 2.073,57 pontos. O Shenzhen Composto avançou 1,9%, aos 541,32 pontos. As ações do Shenzhen Development Bank e as do China Merchants Bank atingiram o limite diário de alta, de 10% Yuan - Uma ligeira queda na paridade central dólar/yuan levou a moeda chinesa a encerrar em alta frente à dos EUA. No mercado de balcão, a cotação do dólar fechou em 6,8258 yuans, um recuo de 0,04% em relação ao fechamento de sexta-feira, quando ficou em 6,8357 yuans.

Em Taiwan, contudo, a Bolsa de Taipé ainda ficou pressionada pelas quedas de Wall Street na semana passada e pelo receio de uma prolongada turbulência nos mercados financeiros globais. O índice Taiwan Weighted cedeu 110,27 pontos, ou 2,2%, e fechou aos 5.020,44 pontos. A Bolsa de Seul , na Coréia do Sul, registrou alta. O índice Kospi subiu 3,8% e fechou aos 1.288,53 pontos. O índice PSE Composto da Bolsa de Manila , nas Filipinas, apresentou alta de 1% e encerrou aos 2.118,75 pontos. Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney teve alta de 5,6% e fechou aos 4.180,7 pontos.

A Bolsa de Cingapura recuperou a maior parte das perdas de sexta-feira, uma vez que os investidores receberam bem as medidas de governos e bancos centrais ao redor do mundo para impulsionar os mercados financeiros. O índice Strait Times subiu 6,6% e fechou aos 2.076,35 pontos. O mercado indonésio teve alta, ajudada pela estabilidade da moeda - rupia - e por muitas companhias comprando ações de volta. O índice composto da Bolsa de Jacarta subiu 0,7% e fechou aos 1.461,87 pontos. Na Tailândia, o mercado recuperou parte das perdas da semana passada, auxiliado por ganhos na maioria dos mercados regionais e pelo plano de estabilização dos mercados de capitais do governo. O índice SET da Bolsa de Bangcoc subiu 5,4% e fechou aos 476,33 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur , na Malásia, teve alta de 1,8% e fechou aos 950,76 pontos. As informações são da Dow Jones