SÃO PAULO - As bolsas da Ásia encerraram em queda a sessão desta terça-feira, em que os investidores analisaram o desempenho de bancos e de companhias do setor industrial. Pesaram sobre os negócios o crescimento menor da atividade manufatureira na China. O Índice de Gerente de Compras na China, mensurado pelo HSBC, marcou 55,4 em abril, após ficar em 57 um mês antes.

Além disso, a decisão da autoridade monetária chinesa de ampliar a alíquota do depósito compulsório de bancos, pela terceira vez neste ano, continua a influenciar o mercado. O Shanghai Composite, de Xangai, declinou 1,23%, aos 2.835 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng teve retração de 0,23%, aos 20.763 pontos. O Kospi, de Seul, caiu 0,14%, para 1.718 pontos. Vale lembrar que o mercado em Tóquio não funcionou por conta de feriado. Entre os destaques de queda desta sessão, apareceram instituições financeiras como o Industrial & Commercial Bank of China e o China Construction Bank, que sofreram influência da decisão do governo chinês de ampliar a alíquota do depósito compulsório. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.