Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia têm novo pregão de perdas

TÓQUIO - Os principais mercados asiáticos fecharam no campo negativo pelo segundo pregão consecutivo. As Bolsas da região foram novamente pressionadas pela realização de lucros em blue chips, a queda em Wall Street e as notícias negativas sobre a economia dos Estados Unidos.

Agência Estado |

Bolsa de Tóquio não operou devido a feriado no Japão. Os investidores ficaram desapontados com o corte nas taxas de juros da China abaixo das expectativas e decidiram realizar lucros na Bolsa de Hong Kong, após os ganhos no início da sessão. Por conta disso, o índice Hang Seng fechou no seu pior nível em duas semanas. Com o menor volume de negociações em dois anos, o Hang Seng perdeu 401,60 pontos, ou 2,8%, e terminou aos 14.220,79 pontos.

O modesto corte nas taxas de juros local, aliado ao aumento das preocupações sobre a redução do crescimento econômico chinês, levou à queda na maioria das blue chips. Por conta disso, as Bolsas da China apresentaram forte baixa próxima do fechamento. Com pesado volume de negociações, o índice Xangai Composto caiu 4,6% e encerrou aos 1.897,22 pontos - foi a maior redução porcentual desde os 6,3% negativos de 18 de novembro. Já o Shenzhen Composto perdeu 5,6% e terminou aos 587,21 pontos.

Yuan 

A demanda de fim de mês por dólares por parte das empresas importadoras chinesas fez novamente o yuan se desvalorizar em relação à moeda norte-americana no final do pregão. No mercado de balcão, às 4h30 (de Brasília), a cotação do dólar era de 6,8533 yuans, de 6,8510 yuans do fechamento de segunda-feira.

As vendas de ações por parte dos investidores estrangeiros, para evitar os riscos da volatilidade do mercado antes dos feriados de fim de ano, e a queda nos demais mercados regionais levaram a Bolsa de Taipé, em Taiwan, a fechar em forte declínio. Com fraco volume de negociações, o Taiwan Weighted desabou 2,9% e encerrou aos 4.405,86 pontos, no pior fechamento desde 5 de dezembro. A Bolsa de Seul, na Coréia do Sul, fechou em queda depois que a atenção dos investidores passou a se concentrar na deterioração dos resultados das empresas e nas preocupações econômicas. O índice Kospi perdeu 3% e fechou aos 1.144,31 pontos. Na Bolsa de Sydney, na Austrália, o índice S&P/ASX 200 foi influenciado pela queda das bolsas de Nova York e encerrou com perda de 0,7%, aos 3.531,4 pontos. O índice PSE da Bolsa de Manila encerrou o pregão com alta de 1,2%, aos 1.862,19 pontos.

O índice Strait Times da Bolsa de Cingapura caiu 1,2% e fechou aos 1.724,54 pontos. Às 7h45 (de Brasília), o índice SET da Bolsa de Bangcoc subia 1,5%, aos 440,46 pontos. O mercado indonésio terminou em leve baixa, em linhas com a maioria dos demais regionais, mas ganhos em duas blue chips (Perusahaan Gás, alta de 3,9% e Indosat; +8,1%) ajudaram a limitar as perdas e, assim, o índice composto da Bolsa de Jacarta recuou 0,1% e fechou aos 1.343,71 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, cedeu 0,3% e fechou aos 871,16 pontos. As informações são da Dow Jones

Leia mais sobre: Bolsas asiáticas

Leia tudo sobre: bolsas asiáticas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG