Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia sobem por otimismo com plano dos EUA

TÓQUIO - O índice que reúne ações asiáticas, com exceção do Japão, terminou em alta nesta segunda-feira, assim como as bolsas da China e de Hong Kong, em meio a expectativas de que um grande pacote de estímulo nos Estados Unidos impulsionará a economia global. A bolsa de Hong Kong se valorizou 0,8%, quarto dia seguido de alta e a sequência mais longa de ganhos em dois meses.

Reuters |

Mas os ganhos nos mercados de ações foram balanceados pela precaução quanto ao conteúdo do pacote de estímulo nos Estados Unidos e um novo plano de resgate do sistema bancário norte-americano. O índice Nikkei, da bolsa de Tóquio terminou em queda de 1,33%.

"Até que o plano seja realmente aplicado, ninguém pode comprar nada. Ainda há muito desconhecido", disse Noritsugu Hirakawa, estrategista do Okasan Securities.

"A maneira como o mercado responderá ao plano bancário realmente depende se é algo que pode ser posto em prática ou não. Se não satisfizer expectativas, há a chance do mercado cair realmente", disse Hirakawa.

Bancos por todo o mundo se desvalorizaram ante grandes perdas ligadas a dívidas imobiliárias, o que faz com eles se tornem mais relutantes a conceder empréstimos. A escassez de crédito está sufocando muitas empresas, forçando-as a cortar empregos e produção, o que se acrescenta ao pessimismo econômico.

Wall Street teve um amplo rali na sexta-feira após dados que mostraram que as perdas de empregos nos Estados Unidos em janeiro foram as piores em 34 anos, o que levantou expectativas de que o Congresso acelerará a aprovação do pacote de estímulo para ajudar a economia.

Mas o governo norte-americano adiou o anúncio do esperado plano de resgate bancário para terça-feira ao pressionar os parlamentares a minimizarem diferenças em relação ao enorme plano de estímulo.

O debate sobre o pacote dos EUA deve continuar nesta segunda-feira, quando o Senado do país, liderado pelos democratas, deve encerrar as discussões do plano de US$ 827 bilhões para que possa ser votado na terça-feira.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu que o projeto esteja em sua mesa para sanção em lei até ao próxima segunda-feira.

O índice Nikkei terminou em queda mesmo com a valorização de exportadores como Honda e Toyota, que ignoraram a previsão da Toyota dada na última sexta-feira de um prejuízo maior que o esperado. Operadores disseram que as notícias ruins no setor automotivo já eram amplamente esperadas por causa do agravamento da situação das condições econômicas.

Mas as ações da Nomura, maior corretora do Japão, despencaram 14,3% em meio a preocupações de que plano para emitir até US$ 3,3 bilhões em ações para impulsionar seu capital diluirá seu lucro.

O índice MSCI que reúne os principais mercados da Ásia com exceção do Japão tinha alta de 0,68 por cento às 7h43 (horário de Brasília).

A bolsa de Xangai subiu 2%, Seul recuou 0,63% e Hong Kong teve alta de 0,84%. Taiwan marcou ganho de 0,5%, enquanto em Cingapura houve queda de 1,9%. A bolsa de Sydney registrou alta de 1,1%.

Leia tudo sobre: asiaàsiaásia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG