Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia se dividem; HK cai 1,9%, Taiwan, +1,2%

Os mercados asiáticos tiveram comportamento dividido nesta terça-feira. Enquanto a maioria das Bolsas reagiu positivamente à segunda forte alta seguida em Wall Street e ao plano de investimentos em infra-estrutura anunciado pelo presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, Hong Kong e China sucumbiram diante da realização de lucros e de fatores internos.

Agência Estado |

Depois de apresentar na véspera os maiores ganhos em quase dois meses, a Bolsa de Hong Kong foi afetada pela realização de lucros nas ações da China Mobile e de alguns bancos chineses. O índice Hang Seng perdeu 291,65 pontos, ou 1,9%, e terminou aos 14.753,22 pontos.

Após quatro pregões consecutivos de alta, as Bolsas da China fecharam em queda. As crescentes preocupações sobre os dados econômicos de novembro, em particular números sobre exportações e crescimento industrial a serem anunciados nos próximos dias, estimularam uma forte realização de lucros. Com pesado volume de negociações, o índice Xangai Composto recuou 2,5% e encerrou aos 2.037,74 pontos. Já o Shenzhen Composto perdeu 2% e terminou aos 610,19 pontos. Yuan - A desvalorização do dólar nos mercados internacionais levou o yuan a se valorizar em relação à moeda norte-americana no final do pregão, em linha com a queda na taxa de paridade central dólar-yuan. No mercado de balcão, às 4h30 (de Brasília), a cotação do dólar era de 6,8756 yuans, de 6,8800 yuans do fechamento de segunda-feira.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentou nova alta, com os investidores mais confiantes na redução da volatilidade nos EUA. O índice Taiwan Weighted subiu 1,2% e terminou aos 4.472,66 pontos. Na Coréia do Sul, a Bolsa de Seul tomou um respiro depois dos fortes ganhos de ontem e fechou praticamente estável. O índice Kospi avançou apenas 0,79 ponto, ou 0,07%, e fechou aos 1.092,49 pontos. Na Austrália, uma oferta de ações do Westpac no valor de 2,5 bilhões de dólares australianos e a subseqüente preocupação de que o Commonwealth Bank of Australia também faça um levantamento de capital puxaram para baixo a Bolsa de Sydney. O índice S&P/ASX 200 cedeu 0,8% e fechou aos 3.604,3 pontos. Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila fechou com alta de 1,4%, aos 1.935,07 pontos.

O índice Strait Times da Bolsa de Cingapura teve forte alta de 5,8% e fechou aos 1.754,58 pontos. Às 7h45 (de Brasília), o índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, subia 3,5%, aos 424,88 pontos. O mercado indonésio teve forte alta, ajudado pela valorização da rupia e os ganhos na maioria dos mercados asiáticos seguindo o rali em Wall Street. O índice composto da Bolsa de Jacarta subiu 5,3% e fechou aos 1.266,12 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur recuou 0,4% e fechou aos 835,17 pontos, com realizações de lucros drenando os ganhos obtidos no intraday. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG