Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia recuam com dúvidas sobre plano dos EUA

Por Kevin Plumberg HONG KONG (Reuters) - Os mercados asiáticos tiveram queda e os preços dos títulos do tesouro norte-americano subiram nesta terça-feira, com o ceticismo sobre como o plano de resgate de 700 bilhões de dólares elaborado por Washington pode restabelecer a confiança no sistema financeiro dos Estados Unidos, no momento em que a economia pode estar enfrentando uma recessão.

Reuters |

O otimismo inicial em relação à última resposta do governo à crise financeira, que está sendo tratada no Congresso, enfraqueceu-se.

"A combinação do dólar mais baixo, maior aversão ao risco e rendimentos do Tesouro mais baixos sugerem muito fortemente que o mercado está questionando se o plano do Tesouro será implementado na sua forma atual", disse Ashley Davies, estrategista de moeda do UBS, em Cingapura.

O índice MSCI que reúne os principais mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão teve declínio de 1,9 por cento, apesar de ter permanecido acima de queda mais profunda em dois anos na quinta-feira.

O índice da bolsa de SYDNEY S&P/ASX 200 caiu 2,3 por cento, com as ações de bancos e da companhia de mineração BHP Billiton compondo as maiores desvalorizações.

Um órgão regulador do país abrandou a proibição total de vendas à descoberto, permitindo uso seletivo da estratégia. Entretanto, investidores questionaram se tais restrições, se colocadas em prática em todo o mundo, teriam alguma chance de impedir o aumento de amplas vendas.

O índice Hang Seng, de HONG KONG, liderou as baixas da região, caindo 2,7 por cento , mas também está acima da maior baixa em dois anos da última quinta-feira. Ações da China Mobile e do HSBC ficaram entre as que mais perderam.

O mercado japonês ficou fechado na terça-feira por feriado.

Sean Darby, estrategista chefe do Nomura em Hong Kong, acredita que mercados asiáticos e emergentes terão desempenho melhor que os mercados desenvolvidos a curto prazo, depois de terem passado por fortes vendas na última semana. Entretanto, ele recomendou que investidores continuem a jogar na defensiva contra os riscos de uma forte desaceleração global.

Os riscos tomados entre os investidores, que geralmente beneficiam ativos de mercados emergentes, dívidas com grau de não investimento e moedas com alto rendimento têm se recuperado somente com auxílios desde que Washington começou uma ampla tentativa de abrandar a crise financeira no final da semana passada.

A bolsa de valores de SEUL teve alta de 1,44 por cento, para 1.481 pontos. A bolsa de valores de TAIWAN avançou 1,17 por cento e CINGAPURA foi na contra-mão, recuando 2,66 por cento.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG