Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia fecham sem tendência comum; Tóquio cede 0,62%

SÃO PAULO - As bolsas asiáticas fecharam esta terça-feira sem tendência comum, com as decisões dos governos da região mexendo com o ânimo dos agentes. No Japão, o banco central do país, o BOJ, anunciou que irá comprar mais de 1 trilhão de ienes de ações detidas por instituições financeiras. Não especificou quando começará a realizar a aquisição dos ativos, mas afirmou que pretende que a medida se estenda até abril de 2010.

Valor Online |

O plano ainda deve passar pela aprovação do Ministério das Finanças japonês.

A empresa de tecnologia Advantest fechou em alta de 2,5%. No mesmo setor, a Hynix subiu 2,4% e a Samsung Electronics ganhou 3,5%. Em baixa, ficaram os papéis de bancos, guiados pelo Mitsubishi UFJ Financial Group, cujas ações fecharam com queda de 2,36%.

Outra iniciativa que teve impacto nas bolsas da Ásia foi a do banco central da Austrália, que cortou a taxa básica de juro do país em 1 ponto percentual, para 3,25%. Além disso, a autoridade monetária anunciou um plano de estímulo econômico de 42 bilhões de dólares australianos (US$ 26 bilhões).

O índice japonês Nikkei 225 fechou com queda de 0,62%, aos 7.825,51 pontos. Também no campo negativo, ficou o Hang Seng, de Hong Kong, com declínio de 0,66%, aos 12.776,89 pontos.

Na contramão, o Shanghai Composite da China avançou 2,44%, com 2.060,81 pontos. O Kospi, da Coreia do Sul, teve ganho de 1,42%, aos 1.163,20 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG