Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia fecham em fortes quedas com crise nos EUA

As bolsas da Ásia tiveram fortes perdas nesta terça-feira, quando investidores no Japão, Coréia do Sul e Hong Kong voltaram de um feriado prolongado para enfrentar a turbulência que circula pelos mercados financeiros globais.

Redação com agências |

 

Acordo Ortográfico

O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio fechou hoje em forte queda de 605,04 pontos (5,06%), aos 11. 609,72.

Esta é a maior baixa do Nikkei em três anos, devido à falência do Lehman Brothers.

O indicador Topix, que reúne todos os valores da primeira seção, caiu 59,63 pontos (5,63%), para 1.177,57.

O índice Kospi da Bolsa de Seul terminou em baixa de 90,17 pontos (6,10%), aos 1. 387,75. O indicador de valores tecnológicos Kosdaq perdeu 37,62 pontos (8,06%), para 429,29.

Já o índice geral da Bolsa de Xangai caiu no fechamento de hoje 93,03 pontos (4,47%), aos 1. 986,64, arrastada pela crise do mercado mundial.

Bolsas européias

As Bolsas da Europa também registravam baixa no início desta terça-feira. O índice FTSE-100 da Bolsa de Londres operava nos primeiros minutos do pregão de hoje em baixa de 80,2 pontos (1,54%), para 5. 124.

O índice CAC-40 da Bolsa de Paris registrava baixa de 1,5%, aos 4. 106 pontos. O S&P/MIB da Bolsa de Milão operava nos primeiros minutos do pregão de hoje em baixa de 1,17%, aos 27. 012 pontos.

O índice Mibtel registrava na abertura uma queda de 1,07%, para 20.765 pontos.

O índice DAX 30 da Bolsa de Frankfurt registrava queda de 1,6%, aos 5. 970 pontos.

Na Bolsa de Madri, o índice Ibex-35 operava em baixa de 238 pontos (2,1%), aos 10. 660. E o índice Geral de Madri registrava na abertura uma queda de 2,33%, para 1.147 pontos.

(*Com informações das Agências Estado, EFE e AFP)

Leia tudo sobre: bolsabolsa de valorescrise nos eua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG