Tamanho do texto

O último dia do mês nos mercados asiáticos foi de altos e baixos, com contínua volatilidade e temores sobre o aumento da recessão global. Parte das bolsas da região acabou influenciada pelo bom desempenho de Wall Street.

Já outros pregões sofreram com os balanços das empresas no terceiro trimestre, além de fatores internos. A Bolsa de Hong Kong sofreu forte desaceleração nas blue chips no pregão da tarde, por conta do decepcionante resultado da Bolsa de Tóquio. O índice Hang Seng perdeu 361,18 pontos, ou 2,5%, e terminou aos 13.968,67 pontos - no mês, o índice desabou 22%.

As preocupações sobre a redução dos ganhos das empresas e o declínio nos mercados regionais, em particular Japão e Hong Kong, fizeram as Bolsas da China fechar em baixa. O índice Xangai Composto caiu 2% e encerrou aos 1.728,79 pontos - no mês, o índice acumulou perdas de 24,6%. Já o Shenzhen Composto recuou 1,4% e terminou aos 470,91 pontos. Yuan - A forte demanda por dólares por parte dos clientes de bancos levou o yuan a se desvalorizar em relação à unidade norte-americana, a despeito de surpreendente queda da taxa de paridade dólar-yuan. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8395 yuans, de 6,8380 yuans do fechamento de quinta-feira. A paridade central foi fixada em 6,8258 yuans, de 6,8270 ontem.

Os ganhos nas bolsas dos EUA, a intervenção dos fundos governamentais e as esperanças de estreitamento de laços com o governo da China levaram a Bolsa de Taipé , em Taiwan, a apresentar forte alta. O índice Taiwan Weighted subiu 4% e encerrou aos 4.870,66 pontos.
A Bolsa de Seul , na Coréia do Sul, fechou em alta após uma sessão volátil. O índice Kospi subiu 2,6% e encerrou aos 1.113,06 pontos. A procura por pechinchas continuou a impulsionar a Bolsa de Manila , nas Filipinas, onde o índice PSE Composto avançou 4,6% e fechou aos 1.951,09 pontos. Na Austrália, as compras de fim de mês por parte dos fundos domésticos ajudaram a Bolsa de Sydney a fechar em alta. O índice S&P/ASX avançou 0,4% e terminou aos 4.018,0 pontos.

O índice Strait Times da Bolsa de Cingapura recuou 0,48% e fechou aos 1.793,21 pontos. Às 7h52, o índice SET da Bolsa de Bangcoc , na Tailândia, subia 2%, aos 416,53 pontos. O mercado indonésio teve forte alta com as buscas por pechinchas e ainda a alta da rupia. O índice composto da Bolsa de Jacarta saltou 7,1% e fechou aos 1.256,70 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur , na Malásia, subiu 1,2% e fechou aos 863,61 pontos. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.