Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia despencam após derrocada em Wall Street

As Bolsas da Ásia mergulhavam na manhã desta quinta-feira, seguindo a derrocada registrada na véspera em Wall Street, os crescentes sinais de recessão na Europa e as declarações do secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, de que o plano de socorro do governo não comprará mais papéis podres.

AFP |

Em Tóquio, o índice Nikkei caía 445,46 pontos ou 5,12%, a 8.250,05 unidades, no final da manhã, no momento do intervalo do pregão.

O índice ampliado Topix recuava 36,84 pontos ou 4,21%, a 838,39.

Hong Kong abriu em queda de 6,2%, com o índice Hang Seng Index cedendo 870,16 pontos, a 13.068,93 unidades.

A Bolsa de Xangai iniciou com perda de 1,73%, com o Shanghai Composite Index cedendo 32,20 pontos, a 1.826,92.

Em Cingapura, o pregão abriu com queda de 2,49% no índice Straits Times, que perdia 44,42 pontos, a 1.739,59 unidades.

A Bolsa de Manila caiu 1,6% na abertura, com o índice composto recuando 31,92 unidades, a 1.916,80.

Na quarta-feira, Nova York terminou em forte queda, pela terceira sessão consecutiva, tomada pelo pânico com o pessimismo dos consumidores americanos para as festas de fim de ano e pelas declarações do secretário do Tesouro, Henry Paulson, de que o plano de socorro federal não vai mais comprar papéis podres: Dow Jones perdeu 4,73% e o Nasdaq, 5,17%.

Leia mais sobre: Bolsas asiáticas

Leia tudo sobre: bolsas asiáticas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG