TÓQUIO (Reuters) - As principais bolsas asiáticas tiveram uma sexta-feira de queda, derrubadas por ações do setor financeiro e de empresas de matérias-primas.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia Pacífico exceto Japão tinha baixa de 0,49 por cento, aos 428 pontos, com o preço das commoditites afetando as empresas de matérias-primas.

TÓQUIO (Reuters) - As principais bolsas asiáticas tiveram uma sexta-feira de queda, derrubadas por ações do setor financeiro e de empresas de matérias-primas.

O índice MSCI que acompanha as bolsas da região da Ásia Pacífico exceto Japão tinha baixa de 0,49 por cento, aos 428 pontos, com o preço das commoditites afetando as empresas de matérias-primas.

No Japão a bolsa perdeu 0,32 por cento, para 10.914 pontos, ainda sob efeito da cautela com o problema da Grécia, mas algumas empresas fecharam no azul depois de elevarem suas previsões de lucros.

Em Hong Kong o índice Hang Seng fechou com desvalorização de 0,98 por cento, aos 21.244 pontos, derrubado pelo setor financeiro e ações do ramo imobiliário.

Em Xangai o mercado recuou 0,53 por cento para 2.983 pontos, impactado por bancos e ações de propriedades depois de sinais de que o governo chinês tenciona tomar mais medidas para conter a especulação imobiliária.

A chinesa Glorious Property a bolsa chegou a tocar a máxima em 22 meses depois de resultados de diversas empresas, incluindo a Hyundai Motor e LG Display, mas não resistiu e recuou 0,14 por cento, a 1.737 pontos.

O mercado australiano fechou com perda de 0,53 por cento, para 4.881 pontos, menor nível em três semanas.

Na contramão Taiwan ganhou 0,33 por cento, para 8.004 pontos. Cingapura conseguiu terminar com ganhos também, subindo 0,26 por cento, para 2.988 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.