A maioria dos mercados asiáticos fechou em ligeira queda. As Bolsas devolveram os ganhos do pregão anterior, à medida que persistiram as preocupações sobre a economia global e os fracos balanços anuais a serem divulgados este mês.

Uma das exceções foi a Bolsa de Hong Kong, que apresentou ligeira alta por conta do fortalecimento de Wall Street e dos ganhos em ações do setor financeiro. O índice Hang Seng subiu 70,87 pontos, ou 0,6%, e encerrou aos 12.001,53 pontos.

Uma nova leva de fracos números econômicos divulgados hoje e a baixa perspectiva de medidas adicionais de estímulo econômico por parte de Pequim precipitaram a queda em ações de empresas relacionadas a consumo. Por conta disso, a Bolsa de Xangai fechou em ligeira queda pelo segundo pregão seguido. O índice Xangai Composto perdeu 0,2% e encerrou aos 2.133,88 pontos. Por sua vez, o Shenzhen Composto subiu 0,2% e terminou aos 696,98 pontos.

Dados que mostram uma contínua expansão nos empréstimos bancários chineses tiveram mais peso que a diminuição das exportações e das vendas industriais, mantendo vivas as esperanças de uma recuperação econômica. Isso fez o yuan apresentar ligeira valorização em relação ao dólar. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8388 yuans, de 6,8404 yuans do fechamento de quarta-feira.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em ligeira queda, por conta de perdas no setor financeiro após os fortes ganhos de ontem. O índice Taiwan Weighted caiu 0,1% e terminou aos 4.754,65 pontos.

Na Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, o pregão terminou praticamente estável. Os ganhos com as blue chips, puxados pelo grande volume de compras programadas, foi compensado pela realização de lucros com ações financeiras. O índice Kospi avançou 0,1% e fechou aos 1.128,39 pontos.

O índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney, na Austrália, terminou o pregão em baixa de 0,3%, fechando aos 3.235,5 pontos.

Na Bolsa de Manila, nas Filipinas, o índice PSE caiu 1,1% e fechou aos 1.879,67 pontos.

A Bolsa de Cingapura recuou, uma vez que os investidores decidiram fazer uma rápida realização de lucros depois do rali de quarta-feira em meio a temores de que o pior está por vir. O índice Straits Times cedeu 0,8% e fechou aos 1.493,53 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, caiu 0,3% e fechou aos 1.310,41 pontos, com realizações de lucros em ações de bancos e relacionadas a commodities. Também inspiraram as vendas a desvalorização da rupia e a queda na maioria dos mercados asiáticos.

Na Tailândia, o índice SET da Bolsa de Bangcoc subiu 0,2% e fechou aos 415,04 pontos. Quedas em papéis de energia seguindo realizações de lucros foram apagadas uma vez que os investidores esperam pelo resultado da reunião da Opep neste fim de semana.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, recuou 1,4% e fechou aos 352,20 pontos, pressionado por fortes baixas em papéis financeiros, de imobiliárias e em ações de primeira linha selecionadas, com declínios liderados por vendas de fundos estrangeiros. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.