Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas da Ásia apresentam forte recuperação; HK +2,5%

Os mercados asiáticos estiveram otimistas nesta sexta-feira e encerraram em forte recuperação, após as perdas registradas nos dois pregões anteriores. A votação do pacote de estímulo financeiro pelo Congresso dos Estados Unidos foi dos fatores que animou os investidores.

Agência Estado |

As ações de empresas com foco na China acompanharam a forte alta nos mercados chineses. Este movimento levou a Bolsa de Hong Kong a fechar em elevação. O índice Hang Seng subiu 326,37 pontos, ou 2,5%, e encerrou aos 13.554,67 pontos - na semana, o índice acumulou alta de 1,7%.

As expectativas de que Pequim irá anunciar novos pacotes de estímulo econômico direcionados para setores específicos - como a indústria leve e as refinarias de petróleo -, associadas a uma ampla liquidez, fizeram as Bolsas da China fechar em forte alta, anulando dois pregões consecutivos de perdas. O índice Xangai Composto avançou 3,2% e encerrou aos 2.320,79 pontos. Já o Shenzhen Composto ganhou 3,6% e terminou aos 749,31 pontos.

Com a taxa de paridade central dólar-yuan novamente com pouca variação em relação ao pregão anterior, a moeda chinesa permaneceu estável na comparação com a unidade norte-americana. Mas os dealers acreditam que o yuan possa se valorizar no curto prazo, à medida que a economia chinesa se recupere. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8343 yuans, de 6,8342 yuans do fechamento de quinta-feira.

O fortalecimento dos mercados regionais e a presença de investidores em busca de ofertas de ocasião - após a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentar na véspera o pior fechamento em uma semana - alavancaram o índice Taiwan Weighted para a maior pontuação em mais de um mês. O índice subiu 2,8% e terminou aos 4.592,50 pontos, o melhor fechamento desde 7 de janeiro.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul encerrou uma sequência de quatro dias de baixa, ajudada pela recuperação nos papéis de montadoras e de empresas de tecnologia. O índice Kospi subiu 1,1% e fechou aos 1.192,44 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, fechou em alta, apoiada na melhora do sentimento em Wall Street, numa pausa da emissão de ações e na aprovação pelo Senado do pacote de estímulo proposto pelo governo australiano, O índice S&P/ASX 200 ganhou 1,3% e encerrou aos 3.559,1 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila recuou 0,2% e fechou aos 1.919,66 pontos, com a cautela dos investidores ante a votação do plano de estímulo econômico dos EUA.

A Bolsa de Cingapura fechou em alta seguindo o desempenho dos demais mercados regionais e ajudada pelos resultados melhores que os esperados das blue chips. O índice Straits Times ganhou 1,2% e fechou aos 1.705,64 pontos.

Na Indonésia, o mercado subiu ajudado por ganhos em vários mercados asiáticos e pela estabilidade da moeda local. O índice composto da Bolsa de Jacarta avançou 1,0% e fechou aos 1.338,74 pontos.

Às 7h15 (de Brasília), o índice SET da Bolsa de Bangcoc subia 1,1%, aos 445,63 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur subiu 1,7% e fechou aos 909,84 pontos. Dealers disseram que a alta deveu-se à confluência de fatos positivos encabeçando o fim de semana. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG